Quem é Quem nos Eventos Corporativos?

Posted on Posted in Sem categoria

Palestra, Workshop, Seminário.. Quem é quem nos eventos corporativos?

Em meio a guerra de gurus da motivação e de mentores, o mundo corporativo vem consumindo esses tipos de eventos, o que eventualmente, causa certa confusão entre as terminologias e tipos de cada evento. Você sabe quem é quem nos eventos corporativos?

O mundo acadêmico, por exemplo,  possui uma infinidade de eventos técnicos e científicos aos quais participamos para aprender sobre um assunto ou atualizar-se sobre determinado tema e constituem hoje em uma estratégia cada vez mais presente no mundo empresarial. As modalidades variam de acordo com as necessidades dos organizadores ou até mesmo dos patrocinadores.

A importância do conhecimento sobre tais diferenças nos diversos tipos de eventos, mostra certa irrelevância e até mesmo irresponsabilidade por conta dos organizadores, que adotam os nomes dos eventos sem o devido conhecimento de suas característica e objetivos.

Quem é Quem nos Eventos:

  • Palestra: Tem o objetivo de apresentar de forma sucinta alguma novidade, por isso possui curta duração. Pode-se dizer que a palestra é como a capa de um jornal: tem-se acesso apenas às manchetes.
  • Cursos: Consiste no detalhamento de determinado assunto ou conjunto de temas com o foco de “treinar” ou “ensinar a fazer”. É composto de exposições de pessoas normalmente com formação acadêmica que procuram passar seu conhecimento aos participantes. O foco está mais na teoria que na prática, porém não a exclui. É indicado para pessoas que têm baixo ou nenhum conhecimento sobre o assunto, com exceção dos cursos de especialização, cujo objetivo é o aperfeiçoamento daqueles que já dominam o assunto.
  • Workshop: Tem o caráter de treinamento. Seu objetivo consiste em aprofundar a discussão sobre temas específicos e, para isso, apresenta casos práticos. O público participa intensamente. Objetiva-se detalhar, aprofundar um determinado assunto de maneira mais prática. Normalmente possui um moderador e um ou dois expositores. A dinâmica da sessão divide-se em três momentos: exposição, discussão em grupos ou equipe e conclusão.
  • Mesa-redonda: É uma reunião do tipo clássica, preparada e conduzida por um coordenador, que funciona como elemento moderador, orientando a discussão para que ela se mantenha sempre em torno do tema principal. Os expositores têm um tempo limitado para apresentar suas ideias e para o debate posterior. Normalmente, a mesa-redonda está inserida em eventos mais abrangentes. É utilizada quando o assunto ainda não está consolidado e suscita discussões.
  • Simpósio: Aqui não são apresentadas as conclusões de uma pesquisa, mas sim impressões sobre um determinado assunto que é colocado em debate. Vários oradores debatem o tema na mesa, muitas vezes com a participação do auditório. A diferença fundamental entre o simpósio e a mesa-redonda é que no simpósio os expositores não debatem entre si os temas apresentados.
  • Seminário: O objetivo é suscitar o debate sobre determinados temas, até então pouco estudados. Caracteriza-se pela exposição de um orador seguida de debate com o auditório. A dinâmica do seminário divide-se em três momentos: a fase de exposição, a de discussão e a de conclusão. Trata-se de um produto informativo mais focado, porém parcial. A informação tem normalmente uma única fonte – o orador ou expositor – e, por consequência, pode apresentar certo viés. Usualmente, o orador é um guru ou expert no assunto que está sendo exposto.
  • Congresso: Reunião de especialistas em determinada área do conhecimento (Genética, por exemplo) para a apresentação de pesquisas e estudos científicos. Geralmente de manhã e/ou à noite são realizadas conferências com professores convidados e à tarde há apresentações (na forma oral ou em pôsteres) de comunicações inscritas previamente pelos participantes (resumos) e aprovadas pela comissão organizadora do evento.
  • Fórum: tem como objetivo conseguir a efetiva participação de um público numeroso, que deve ser motivado. Está tornando-se uma forma bastante comum, principalmente pela necessidade crescente de sensibilizar-se a opinião pública para certos problemas sociais. Usualmente, são eventos mais abrangentes que tratam de assuntos gerais de setores e industriais ou temas de interesse social ou político.

Vale lembrar que não importa o tipo de evento você vai assistir ou participar. O que importa realmente é que em todos eles o conhecimento e o compartilhamento de ideias e conhecimento é sempre válido.

Agora escolha o seu e vá agregar conhecimento!

♦♦♦

Rogério Rodrigues

Coach – Consultor e Estrategista Empresarial – Coach. Palestrante e Head Trainer. Especialista em Estratégia de Marcas e Mercado. Mentor e Consultor de empresas e empreendedores.

CEO Senior Partner Doutor Business Brasil

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *